terça-feira, 19 de junho de 2007

A corrida de São João.


No Porto S.João é o padroeiro
Santo de muita popularidade
E os atletas vêm a terreiro
Pra Corrida das Festas da Cidade.

Assim, todos os anos
Uma imensa multidão
Junta os velozes Quenianos
Com os 'atletas do pelotão'.

Apresentei-me à partida
Pra fazer o meu melhor
Com a 'táctica' definida
Pra bater o meu record!

Soa o tiro da largada
Pro começo da prova
15 quilómetros na estrada
E nas pernas uma grande sova!

Iniciámos junto ao mar
Rumo ao Parque da Cidade
A corrida ainda está a começar
Controlo a velocidade.


Mudámos a direcção
Ao lado do Edifício Transparente
Sinto o pulsar do coração
E o corpo mais quente!

De novo na avenida
Em breve na Foz do Douro
Corro de forma decidida
Já suo que nem um touro!

Ao passar junto às palmeiras
Estabilizo o andamento
As pernas rolam ligeiras
E sem muito sofrimento.

A Foz Velha foi dobrada
A Ponte da Arrábida está à vista
Imprimo ritmo na passada
Espero que o pulmão resista!

Invertemos a marcha em Massarelos
Vejo o que o cronómetro diz
Passo a mão nos cabelos
E logo torço o nariz!

Estou a mais de meio da viagem
E faço contas à vida
O record é uma miragem
Mas até ao fim há corrida!

De regresso à marginal
Pros quilómetros finais
Até que não vou muito mal
Mas...já não há força pra mais!

Antes quebrar que torcer
Na infindável recta da meta
As pernas vão a tremer
Mas recorro à 'alma de atleta'!

Corro mais com o coração
Porque a cabeça vai atordoada!
As pernas têm um milagre de explosão
Ao avistar a linha de chegada!

Foi com enorme prazer
Que fiz mais uma corrida
É que gostar de correr
Já faz parte da minha vida!

Domingo continua a 'romaria'
E as pernas vão ter de corresponder
Correndo com alegria
Na terra que as viu nascer!

4 comentários:

Anónimo disse...

Bom dia, muitos parabens pelo excelente bolg, é realmente uma visita obrigatória a todos os amantes da corrida.
Também estive na corrida das festas da cidade e à semelhança da sua descrição também acabei com as pernas a termer... dei cá um estouro a partir do 8km andei sempre a penar...

Cumprimentos
Jose Paulo

Anónimo disse...

Zeca,

Muitos parabens pelo Blog, desde que o inauguraste ainda não tinha voltado a navegar por ele.
Gostei especialmente das tuas crónicas das maratonas de Roterdão.

Um grande abraço

Bruno

Jackelyne disse...

Oi Zé!
Andei meio sumida mas hj resolvi fazer um "tour" nos blogs dos meus amigos corredores...
Uma pena que moramos tãooooo longe... senão poderíamos nos conhecer...e assim vc me ensinava a correr tão bem.!!!!

Um super beijo
Jacke

Anónimo disse...

Olá Zé...
Não tenho sido tão assídua como desejaria, mas visito-te com muita frequência e cada dia me surpreendo mais... gosto tanto do Zé que conheço nas tuas palavras soltas como o vento a bater-te nesse rosto com ares de menino a cada passo... que seja a tremer, mas é um passo a caminho da meta. Está a ser muito bom 'ouvir-te'.

Um beijinho grande

Sílvia, Wuka e Laura (a Luísa, que ainda está no 'forno' garanto-te que tb se diverte bastante!!!)- Cabo Verde