terça-feira, 30 de novembro de 2010

Lesão, recuperação e motivação.

Terminei a Maratona do Porto de cabeça baixa, no entanto valeu a pena o sofrimento para poder fazer aquele gesto que vêem na fotografia - sete edições, sete participações.

Na semana seguinte, e para saber em concreto a dimensão da lesão sofrida, fui fazer uma ecografia à face posterior da coxa direita.

O resultado do exame revelou o seguinte:
-Na extremidade superior, com posicionamento muscular superficial visualizou-se um pequeno foco de distensão/ruptura, infra-centimétrica, com ligeira contracção e desorganização fibrilar, envolvendo aponevrose no contorno superior que lhe é adjacente. Possui dimensãoes de 10,mm no eixo sagital, 2/3,mm no eixo antero-posterior.
Resumo: Lesão focal por distensão/ruptura, superficial, peri-centimétrica na extremidade postero-superior da coxa do lado direito.

Fiquei visivelmente satisfeito por verificar que não era nenhuma lesão grave, cujas causas foram a sobrecarga e esforço muscular. Nestes casos o tratamento mais aconselhado é o descanso, para dar tempo a que o processo de regeneração muscular decorra com naturalidade. Foi o que fiz. Na semana passada submeti-me a uma sessão de fisioterapia e a uma massagem tranversal, para garantir maior solidez na estrutura muscular afectada, de forma a poder retomar os treinos.

Assim, ontem regressei aos treinos! Corri trinta minutos a trote e depois fiz mais 20 de alongamentos que, nesta fase, são mais importantes que a corrida. Hoje repeti a dose e nestes próximos dias o programa irá ser mais ou menos idêntico, tendo sempre em mente que o essencial é - ritmos bastante suaves e muitos alongamentos.

Em oito anos de dedicação às corridas, pela primeira vez, tenho de lidar com esta situação. Ao longo destes tempos fui criando hábitos e rotinas de vida que me permitissem treinar, logo nas horas do treino, ficar privado - mesmo sendo inverno e eu ter de acordar cedo para o fazer - confesso que não foi nada fácil!

Agora o desafio que tenho é recuperar! A motivação é tentar adquirir a forma que tive em meados deste ano, traduzida em excelentes resultados que me encheram de satisfação.

Haja...paciência para as pernas!

8 comentários:

Carlos Castro disse...

Haja paciência... e fé! Desejo-te um rápido regresso, Capela, pois as nossas provas precisam da tua presença! Quantas vezes, nos treinos que sucediam as provas, aqui em Braga comentavamos (eu, o Fernando, o Nelinho...) as peripécias dessas corridas... "ao km X o Capela levava Y metros de avanço..."(normalmente era avaço e não atraso!)! Precisamos novamente desse "ponto de referência"!
Felicitações pelo regresso e um abraço!

Mark Velhote disse...

Viva Capela,

Rápidas melhoras! Espero voltar a ver-te na estrada ainda em 2010 quem sabe!

Grande abraço
Mark

marli disse...

Parabéns por mais uma Maratona no seu curriculum Corristico!!!
E que bom que vc não lesionou...
simbora treinar para continuar correndo.
www.marlipalugan.blogspot.com

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Meu amigo Capela! Com juízo (para a lesão curar mais depressa e melhor!) vais ver que num instante, salvo seja, ficas como novo e de novo vais correr por aí no teu melhor de novo!

Um beijinho

Ana Pereira

Anónimo disse...

Viva Zé,

Ainda bem que não é nada de grave! Com a tua motivação vais ver que a recuperação será mais rápida.
Levo as minhas sapatilhas vamos fazer um treino juntos brevemente...

Beijokas, Manuela

Lopes - Fafe disse...

Boa noite Capela, espero que já esteja recuperado, pois eu quero-lhe ganhar mas não é lesionado. Já agora aproveito para lhe desejar boas festas, a si como a todos os seus familiares e a toda essa equipa maravilhosa, bem como aos leitores.
Um abraço
João Lopes

Carlos Lopes disse...

Bom Natal

Anónimo disse...

Viva Zé! Como te compreendo meu amigo, desde o dia 29 de Agosto com uma tendinite no tendão de aquiles... É didícil estar parado, temos de dar tempo... Rápidas melhoras e votos sinceros de um excelente 2011 para ti e para os teus. Abraço André