segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Meia-Maratona Manuela Machado: Bom prenúncio para 2010!

A Meia-Maratona Manuela Machado vai na sua 12ª edição e é legítimo afirmar que é já uma das melhores que se realiza em Portugal. A organização foi melhorando ao longo dos anos, atingindo agora agora um nível a rondar a perfeição. A mudança do local da partida foi excelente ideia e tornou-a mais fluída, os kms estavam devidamente marcados ao longo do percurso, havia abastecimentos a cada 5 kms e no final o habitual saco do prémio de presença era bastante recheado. A Manuela Machado foi uma grande atleta, esta prova que ostenta e bem o seu nome, merece em jeito de homenagem mais do que justa, ter uma grandeza condizente com a sua brilhante carreira.

O ano começou chuvoso e até agora os dias enxutos tinham sido uma raridade. Assim, o céu azul e o sol resplandecente em Viana do Castelo na manhã deste domingo deram mais brilho à já bonita cidade e também à corrida. Os atletas de pelotão aderiram em número record ao evento, pelo que estavam reunidas todas as condições para uma bela jornada desportiva.

Na parte que me toca, esta iria ser a primeira corrida do ano e se as condições climatéricas não fossem muito adversas, como aliás veio a acontecer, o objectivo era finalizar dentro da 1h18m. Apesar de me sentir bem, não acreditava estar num nível de forma que pudesse atacar o meu record pessoal.

Depois da Manuela Machado, humilde e simpaticamente ter agradecido a presença de todos, foi dado o tiro de partida. Saída sem problemas, primeiro km como habitualmente mais rápido -3m30s - de modo a evitar atropelos e ficar com a estrada livre para poder entrar o mais rapidamente possível no ritmo desejado, 3m40s-3m42s/km. Obviamente que as oscilações do percurso acabam por alterar um bocadinho estes pressupostos, mas é importante manter a cadência para que o perdido quando se sobe seja compensado depois quando se desce. A experiência ensinou-me que quando se consegue manter um ritmo regular, o resultado final acaba sempre por ser bom!

Assim,

- aos 5 kms, passei com um tempo de 18m10s, 3m38s/Km, fruto do ímpeto inicial, da necessidade de ajustamento ao ritmo pretendido e de o terreno ser praticamente plano;

- aos 10 kms, o meu cronómetro assinalou 36m50s, ou seja 18m40s no segundo parcial de 5 kms, a uma média de 3m44s/km, justificada pela elevação do terreno e algum vento contra;

- aos 15 kms, o marcador electrónico anunciava 54m45s, com um parcial de 5 kms feitos em 17m55s, à média de 3m35s/km, desta vez foi a benção do desnível do terreno e uma brisa pelas costas a reflectir-se no andamento;

- aos 20 kms, quando já não há muitas contas a fazer e onde o veredicto da corrida está quase ditado, o meu tempo era de 1h13m25s, contabilizando no último parcial de 5 kms, 18m40s à média de 3m44s/km, influenciada pelo sobe e desce do percurso e claro, pelo natural desgaste da corrida;

- o último km é aquele em que já nem sei se vou a correr, a voar, a penar ou a delirar! Quando avisto o pórtico final esqueço-me que o percurso sobe ligeiramente e que o piso é de um desconfortável empedrado. O meu olhar fixa apenas o cronómetro electrónico onde os impiedosos números amarelos constantemente se alteram. Entro numa cavalgada de êxtase até à meta, numa luta absurda entre mim e o tempo, em que este me conseguiu vencer por uma ínfima fracção!

Finalizei, com 1h17m21s, a escassos 11 segundos da minha melhor marca pessoal, no entanto estava feliz pela corrida que fiz! Foi a primeira meia-maratona do ano e as pernas tem razões mais que suficientes para sorrirem! Este resultado constitui um bom prenúncio para me poder lançar na melhoria do meu record na distência no decorrer de 2010!

Pernas ao ataque!

10 comentários:

joaquim adelino disse...

Amigo Capela.
Quando o meu amigo dá tanto ênfase à sua prestação a nós só nos resta felicitá-lo pelo bom momento de forma e também por saber escolher as provas ás quais se adapta muito bem.
Um dia, espero que não muito longínquo quero passar por Viana, a exemplo daquilo que fiz com o Porto, ir e voltar.
Um abraço.

RuiRuim disse...

Já dei uma leitura por alguns posts antigos e vou-me tornar cliente habitual! abraço e boas corridas

Ricardo Hoffmann disse...

Excelente prova hein! Beliscou o record. Nada mal para o inicio de temporada, este ano o record cai. Parabéns!

Mark Velhote disse...

Olá Capela,

Fantástico mais uma vez! 2010 vai ser seguramente ano de entrada no minuto 16!
Ainda te tive em "ponto de mira" durante o primeiro Km, mas depois não tive pernas para mais e nestas coisas mais vale fazermos a nossa corrida...

Parabés e um abraço

Mark

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Que saudades Zé...

Este ano, fiquei-me por cá.

Muita força para ti para atingires esse e outros objectivos no ano de 2010

Um grande beijinho
Ana Pereira

Anónimo disse...

Capela espero que treines bem pois este ano podes fazer cair o record mas olha que tambem te vou fazer cair, só se te rasteirar..hihihi

Manuel Mendes V.S.C

luis mota disse...

Olá Capela!
Uma boa marca a iniciar o ano.
Votos de uma boa semana para ti,
Luís Mota

Anónimo disse...

Olá!!!! É a primeira vez que visito o seu blog e digo -lhe que esta fantastico e que ganhou um fã. A partir de hoje vou ser um cliente assiduo e aprender com as suas experiências.Tambem lhe desejo as felecidades pelo que tem conseguido realizar nestes anos de "carreira". Cumprimentos valter verde antao

António Almeida disse...

Olá Capela
parabéns, uma estreia em 2010 que promete um grande ano, hajam pernas...
Abraço.

Anónimo disse...

Zé,

Um começo óptimo de 2010!

Beijocas,

Manuela