terça-feira, 15 de junho de 2010

5ª Corrida das Caldas das Taipas

CITAÇÃO:
"A terra onde a lua fala..." - Ferreira de Castro

CURIOSIDADE:
Numa terra onde muitos eventos não passam das primeiras edições, a Corrida das Caldas das Taipas foi-se afirmando ao longo dos anos e, apesar de se realizar num mês em que o calendário de provas tem uma enorme oferta, tem conseguido manter-se. Para que isto seja possível muito contribui o NAT-Núcleo de Atletismo das Taipas, que fez alinhar à partida 41 atletas e que, durante o ano, nas corridas em que o clube participa, vai deixando o nome da vila inscrito no mundo da corrida!


ARQUIVO:
Este ano disputava-se a 5ª edição e eu tinha participado, obviamente, nas anteriores, resgistando os seguintes tempos:
2006 - 36m17s (9,6 km)
2007 - 35m20s (9,6 Km)
2008 - 36m57s (9,9 km)
2009 - 36m04s (9,9 km)

RESENHA:
Não me encontro num momento apurado de forma, a época já vai longa e o natural desgaste provocado pelas inúmeras corridas em que 'dei no osso' naturalmente apareceu, pelo que estar ao nível do ano anterior era difícil, no entanto ia tentar.
O percurso composto por três voltas não é fácil e, para atingir um tempo a rondar os 36 minutos, teria de percorrer cada volta em cerca de 12 minutos. Na primeira ainda cumpri esse tempo - 11m53s - mas na segunda não consegui manter essa cadência e o tempo baixou para 12m48s, por fim na última estabilizei no ritmo anterior e contabilizei 12m43s.

ARITMÉTICA:
Registei um tempo final de 37m24s para cobrir a distância de 9,9 km, cujo saldo se cifrou num 35º lugar na classificação entre os 155 atletas que terminaram a prova.

O MELHOR:
Um número significativo de público e o entusiasmo gerado na zona de partida e chegada!

O PIOR:
O percurso composto por 3 voltas iguais torna-se demasiado monótono para os atletas. O menor número de atletas relativamente ao ano anterior, facto que deve à coincidência de à mesma hora, estar a ser disputado o Campeonato Regional de Estrada em Vila Nova de Famalicão.

RETRATO:

2 comentários:

MarLee disse...

PArabéns pelo Post...
Bons treinos...
www.marleemove.blogspot.com

Anónimo disse...

Oi Zé,

O melhor é o retrato da praxe! Como a mãezinha está boa!

Um grande beijo de saudades,

Manuela