segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Maratona de Sevilha: Aproxima-se a hora!

A Maratona de Sevilha é já no próximo domingo. Apesar de ser a 7ª. maratona em que vou participar, começo a sentir uma certa ansiedade à medida que a hora do tiro da partida se aproxima. Acho normal e natural! Primeiro não se correm maratonas todos os meses, o que por si só causa uma certa pressão no participante; depois é uma prova carregada de história com inúmeros espisódios de transcendência e sacrifício, esforço e sublimação que não deixam indiferente o atleta do pelotão que se propõe corre-la.

A experiência adquirida em maratonas anteriores, permite-me salientar alguns aspectos que me parecem importantes:
  • Saber a que ritmo devemos correr e dentro desse ritmo oscilar o menos possível, para que possamos fazer uma correcta gestão do esforço;

  • A 'verdadeira' maratona começa após os 30 km e se até aí corrermos acima das nossas possibilidades, iremos ter muitas dificuldades na infindável parte final;

  • O bom ou o mau resultado está sempre associado ao desempenho obtido nos últimos 12 km.

Perto da hora de abalar para Sevilha admito que os treinos de preparação que efectuei ao longo das úultimas 12 semanas não correram na perfeição, mas são suficientes para me dar confiança no alcance da minha melhor marca pessoal. No entanto, se conseguir chegar antes das 3 horas, considero desde logo uma boa prestação.

Independentemente do resultado que vier a alcançar, correr nas ruas de Sevilha, nas margens do Guadalquivir, na Isla Cartuja, partir e chegar ao magnífico Estádio Olímpico, será sempre muito gratificante e certamente uma excelente experiência que irá enriquecer a paixão que tenho pela corrida.

Viva a maratona!



9 comentários:

Carlos Lopes disse...

Boa sorte Jose, desejo-te uma boa prova.

Nadais disse...

josé,

desejo-lhe sucesso em mais essa empreitada.

cá nos trópicos torcerei por ti.

valeu!

nadais

Jorge disse...

-------\\\\|/-------
------(@@)-------
-ooO--(_)--Ooo—
Olá amigo José, também lhe desejo sucesso na Maratona de Sevilha, pense sempre positivo, naõ deixe a adrenalina subir muito, corra no seu ritmo e nada de iventar coisas no dia da maratona. Eu também já estou me preparando para a minha 8ª Maratona que será do RJ em Junho.
Um abraço,
JORGE
www.jmaratona.blogspot.com

António Bento disse...

força Capela! fogo à peça e boas pernas até ao fim.
abraço
ab

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Vai correr tudo bem! (Tu vais correr bem!!!!!)

Boa sorte e muia cabeça!

Um beijinho
Ana

Anónimo disse...

Olá amigo e colega maratonista!!!
Domingo lá estarei no Estádio Olímpico de Sevilha, para correr a minha 11ª Maratona...pode ser que nos encontremos, o meu nome é Martim Nunes fui 7º na Maratona de Lisboa com 2h35m, nesta penso que farei um pouquito pior...
Um dos meus segredos é a regularidade no ritmo...
Um abraço e Boa Sorte..

António Almeida disse...

Desejo-lhe uma boa prova em Sevilha.
Divirta-se.

Francisco Cunha NAT disse...

Caro amigo,
O NAT transformou a minha vida desportiva para muito melhor, mas tudo graças a vocês que me acolheram no vosso grupo da melhor forma possível.
Na impossibilidade de estar convosco pessoalmente, deixo aqui o desejo sincero que tudo corra bem e força nessas canetas, mas acima de tudo que façam uma boa viagem.

PS. Ainda hoje deixo na casa do Manuel Mota um contributo para o combustivel.

Francisco Cunha (NAT)

André Vila Alves disse...

Força, uma excelente prova para si.